"Poderíamos solucionar muitos dos problemas de delinqüência e criminalidade, se pudéssemos mudar o meio em que foram criados os transgressores." (Skinner 1948, p. 11)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

qual o valor?

video

Deixo esse vídeo, para repensarmos melhor no valor de nossas vidas.

Para saber o quanto uma pessoa é importante na sua vida, imagine viver sem ela.

Uma semana difícil...

Duas décadas se aproximam!

Agora é que são elas!

sábado, 5 de dezembro de 2009

tão seu...


Esse vídeo, foi um amigo que me mandou, achei bem bacana e resolvi postá-lo.
.
Como arroz e feijão,
é feita de grão em grão
Nossa felicidade

Como arroz e feijão
A perfeita combinação
Soma de duas metades

Como feijão e arroz
que só se encontram depois de abandonar a embalagem
Mas como entender que os dois
Por serem feijão e arroz
Se encontram só de passagem

Me jogo da panela
Pra nela eu me perder
Me sirvo a vontade, que vontade de te ver

O dia do prato chegou é quando eu encontro você
Nem me lembro o que foi diferente!
Mas assim como veio acabou e quando eu penso em você
Choro café e você chora leite
.
Ontem teve festinha surpresa no trabalho pra Rô, muito legal! Gostei muito!
Ontem também foi um dia triste, um dia de espera, como quarta e quinta. Nossa, como é ruim esperar. Acho que ninguém gosta... Mas às vezes por nos faltar opção, apenas esperamos...
.
Não quero mudar nada, apenas crescer, aperfeiçoar.
.
Sinto sua falta, não posso esperar tanto tempo assim, o nosso amor é novo, é o velho amor ainda e sempre... Não diga que não vem me ver, de noite quero descansar, ir ao cinema com vc... (...) A minha casa sem vc é triste, a espera arde sem me aquecer... Não diga que vc não volta, eu não vou conseguir dormir, à noite quero descansar, sair à toa por ai...
.
Que Deus me proteja, abençõe e me ajude com o caminho certo. Amém.
.
Bom final de semana!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

shh!


Tem dias que tudo o que se precisa é de um abraço. Um silêncio e um abraço. Só, nada mais. Mas as pessoas parecem tão ocupadas, tão preocupadas. Não com o mundo, e sim com si próprio. É estranho, você fala bom dia, mas as pessoas parecem não te ver ou quando respondem, parece ser só uma frase dita, sem interesse. Já parou para pensar sobre o significado de "bom dia"? Aposto que não, mas não se assuste: muita gente tbm não.
O sentimento de insegurança é algo estranho... Vem, não pede licença e só atormenta.
Detesto mentiras, detesto omissões. Gosto de tudo claro e transparente. Mas será que o outro lado tbm pensa assim? Não podemos obrigar ninguém a ser da forma que queremos. O que fazer? Não sei. Se souber, me diga!
Silêncio. Abraço. Palavras no silêncio. Subjetivas.
Boa semana!